Exercícios Compostos Vs Exercícios Isoladores: Qual é Melhor Para Hipertrofia?

Enquanto os exercícios compostos oferecem mais ganho de massa muscular e perda de calorias, os isoladores são mais usados nos períodos pré-competição, para moldarem uma parte do corpo.

Artigo publicado por Marcelo Max nas categorias: Exercícios

A questão dos exercícios compostos e dos isoladores é muito discutida no meio da musculação. Afinal de contas, qual tipo é melhor para a hipertrofia? Na realidade, ambos foram criados para um determinado fim e, por isso, antes de chegarmos à uma conclusão, é importante que você tenha em mente o seu objetivo: somente ganhar massa muscular ou trabalhar uma parte específica do seu corpo? Ao saber essa resposta, será possível definir qual é a melhor opção para o seu caso específico. Desse modo, falaremos um pouco sobre qual é o melhor exercício para hipertrofia: composto ou isolador?

exercicios-compostos-vs-exercicios-isoladores-qual-e-melhor-para-hipertrofia

O Que São Exercícios Compostos?

Os exercícios compostos, também conhecidos como grandes, são aqueles multi-articulares, ou seja, que requisitam mais de um grupo muscular como o supino reto, no qual o peitoral é o mais trabalhado, porém o tríceps e os deltóides são recrutados como auxiliares. Outro exemplo é o Levantamento Terra, que usa as panturrilhas, as tibiais, os antebraços, as lombares, o abdômen, o trapézio, as costas, o quadríceps e o bíceps femural.

Quais São As Suas Vantagens?

Como visto acima, os exercícios compostos trabalham vários músculos ao mesmo tempo e, por isso, é possível usar mais carga em cada um deles, o que proporciona maior ganho de massa muscular e queima de calorias. Outra vantagem é que proporcionam o aumento da produção natural de testosterona, hormônio relacionado ao crescimento muscular. Sendo assim, são os mais recomendados quando o objetivo do praticante é construir músculos.

Há Desvantagens?

A única desvantagem dos compostos é quando você não se atenta ao seu treino e acaba treinando os mesmos músculos em dias seguidos, não dando tempo para que eles se recuperem e cresçam. Isso pode acontecer porque, como explicitado acima, quando fazemos os compostos, trabalhamos mais de um grupo por vez e pode acontecer de, sem querer, você usar outro aparelho no dia seguinte que também trabalhe algum grupo já trabalhado no dia anterior, o que lhe causará a exaustão e possível catabolismo.

exercicios-compostos-vs-exercicios-isoladores-qual-e-melhor-para-hipertrofia1-jpg-crdownload

O Que São Exercícios Isoladores?

Como o próprio nome diz, os exercícios isoladores são aqueles que fortalecem apenas um grupo muscular por vez, como é o caso da rosca concentrada para bíceps e o crucifixo para o peitoral. Para tanto, os movimentos são realizados em aparelhos que conseguem isolar somente o músculo a ser trabalhado.

Quais São As Suas Vantagens?

Se você já estiver bem grande, poderá reparar que alguns grupos musculares não estão do tamanho que você gostaria. Aí entram os exercícios isoladores, que contribuirão para que o seu corpo fique mais simétrico. Por isso, os fisiculturistas costumam utilizá-los no período pré-competição, quando necessitam trabalhar uma área específica do corpo.

Há Desvantagens?

Como para realizar os exercícios isoladores a quantidade de peso é bem menor, não são recomendados para quem pretende construir massa muscular, sendo direcionados apenas para aqueles que querem fortalecer uma área específica do corpo.

Conclusão

Concluindo, ambos os tipos de exercícios são importantes para construir um corpo musculoso, forte e definido, porém, cada um com as suas especificidades e recomendações. Enquanto os compostos são mais indicados para quem pretende ganhar massa muscular, os isoladores devem ser feitos por aqueles que precisam moldar um músculo específico.

Marcelo Max

Autor

Marcelo Max sofreu com anemia por muitos anos e encontrou no bodybuilding uma vida mais saudável e cheia de adrenalina.



Comente!




*Campos obrigatórios