Ciclos de Anabolizante

Saiba se os ciclos de anabolizantes realmente funcionam e veja se vale a pena fazê-los.

Artigo publicado por Marcelo Max nas categorias: Dicas de Musculação

Quem frequenta rotineiramente a academia, certamente deve ter ouvido falar sobre os ciclos de anabolizantes. É ciclo para o aumento de massa muscular, para a perda de gordura, para a definição muscular, para baixa retenção hídrica entre outros. Entretanto, você também deve ter se perguntado se eles realmente funcionam, não é mesmo? Será que os anabolizantes podem mesmo fazer os tecidos musculares crescerem e proporcionar uma definição muscular?  Como? Se tem essas dúvidas, saiba tudo sobre os ciclos de anabolizantes aqui.

Ciclos-de-Anabolizante

Anabolizantes Para o Crescimento Muscular

Quase todas as substâncias ergogênicas hormonais utilizadas por fisiculturistas promovem o aumento da síntese de proteínas e o aumento de massa muscular. Podem ser de origem esteroide como a nandrolona, a trenbolona, a testosterona, a ou a boldenona ou de origem peptídica como a insulina e o GH. Tais hormônios são muito eficientes, principalmente quando agem em tecidos moles como o muscular. Por isso, quem tem o sonho de ter músculos grandes e bem definidos, dificilmente deixa de cair na tentação de usá-los.

Como são de alto índice anabólico, têm como consequência grandes ganhos brutos, mas que são acrescidos de retenção hídrica subcutânea, que faz os músculos parecerem ainda maiores, apesar de serem formados praticamente de água e sal. Desse modo, seus usuários ficam maiores, porém, com músculos não tão definidos.

Existem Diferentes Tipos de Ciclos?

Como descrito na introdução, ouvimos falar sobre vários tipos de ciclos, mas eles realmente existem? Na realidade, não há um ciclo específico para o ganho de massa muscular e outro somente para a definição muscular. Apenas o primeiro é comprovado, já que as substâncias acima mencionadas não reduzem o percentual de gordura no corpo.

Contudo, você ainda se pergunta: “Mas por quê alguns ciclos fazem com que eu ganhe mais massa e outros, com que a defina?” Isso acontece porque, quando aumentamos os músculos, a taxa metabólica basal também sobe. Assim, o corpo consumirá mais energia, o que automaticamente provoca maior gasto de energia, o que causa a redução da gordura corpórea: a definição muscular. Entretanto, ao utilizarmos drogas que, além de gerarem esse ganho, e não provoquem a retenção hídrica, a qualidade dos músculos torna-se bem maior. Com isso, chegamos à conclusão de que os ciclos aumentam a massa muscular, uns com retenção e outros sem, o que causa músculos com mais ou menos qualidade.

ciclos-de-anabolizante1

Ciclos Com Substâncias Peptídicas ou Esteróides

Há pessoas que preferem os ciclos com substâncias peptídicas ou esteróides como a boldenona, o stanozolol, a metil-1-testosterona, o turinabol, o GH e os ésteres curtos. Elas, teoricamente, aumentam a definição ou o ganho de massa muscular com qualidade. Tais ciclos demonstram baixa retenção hídrica e uma aromatização relativamente baixa, o que reduz as chances dos hormônios masculinos serem transformados em femininos. São mais comuns em períodos em que seus usuários estão perdendo gordura corpórea.

Nunca Sem Profissional

Como você deve saber, os anabolizantes são substâncias com venda proibida no Brasil e em várias partes do mundo, pois provocam efeitos colaterais ainda não conhecidos e que podem ser maléficos à saúde. Desse modo, nunca inicie um ciclo sem antes consultar um médico esportivo, já que serão necessários exames físicos e químicos para os menos maléficos lhe sejam recomendados de acordo com os seus objetivos.

Marcelo Max

Autor

Marcelo Max sofreu com anemia por muitos anos e encontrou no bodybuilding uma vida mais saudável e cheia de adrenalina.



Comente!




*Campos obrigatórios